A pergunta que abre este post apareceu com frequência nos comentários nas redes da TOTVS e do iDEXO quando foi divulgado que a cantora Anitta vai palestrar no Universo TOTVS, evento que acontece nos dias 25 e 26 de junho em São Paulo. Muita gente pareceu não entender o que a artista, que ganhou os holofotes cantando funk, teria para falar para um público em grande parte executivo e da área de TI.

Por mais que Anitta seja responsável pela gestão da própria carreira e tenha conduzido bem sua internacionalização (além de ter sido tema de série documental do Netflix, matérias de revistas do meio e participado de evento em Harvard), ainda existe um certo preconceito por ela não ser exatamente o que se imagina quando o assunto é o mundo dos negócios.

É aquela história, né: embora seja legal e descolado falar em pensar ‘fora da caixinha’, o ser humano ainda tende a ser relutante com o que foge do habitual. “O evento é de negócios e tecnologia? Então que chamem empresários e empreendedores dessas áreas, oras!”, muitos falaram.

Sim, eles estarão lá. A programação também conta com grandes nomes do ecossistema, como Frederico Trajano, CEO do Magazine Luiza, e Gabriel Braga, co-fundador do QuintoAndar. Acontece que inovação nasce da junção de vários pontos de vista, e daí a importância de ver e ouvir perfis e relatos diferentes, tipo os da Anitta.

Afinal, é mais fácil ter insights ao se relacionar com algo novo, do que estando preso na bolha.

IR ALÉM

Isso foi muito falado na última edição do SXSW, nos Estados Unidos, um dos principais eventos de inovação do mundo. Um conselho que aparece na lista dos frequentadores é justamente para que as pessoas assistam palestras e painéis fora de sua área de atuação. Porque né…do que adianta um publicitário só consumir conteúdos com os quais ele já convive no dia a dia? Além de ver mais do mesmo, ainda vai ter as mesmas referências da concorrência. Ou seja: not good.

Falando em concorrência, essa oportunidade de ‘ter um olho no peixe e outro no gato’ é uma mão na roda nos negócios. A futurista norte-americana Amy Webb, por exemplo, afirma que todo profissional deve ficar antenado não só com o que acontece na própria indústria, mas principalmente nas adjacentes.

Numa dessas, um executivo do mercado de óculos escuros pode descobrir que uma gigante de equipamentos de som está apostando justamente em…óculos escuros. Foi o que fez a Bose, conhecida por suas caixas de som potentes. A empresa lançou no início do ano um modelo que tem speakers nas hastes – possibilitando que o usuário não só escute músicas, como faça calls. Quando que uma Ray Ban da vida poderia imaginar que um dia concorreria com uma empresa de…áudio?

Moral da história: em eventos de negócios e tecnologia, fuja do óbvio e procure abrir a cabeça com novos assuntos. Mais dicas aqui.

>> Quer desconto para o Universo TOTVS? Então lá vai: use o cupom idexo20 para 20% de desconto em um ingresso e idexo50 para 50% de desconto na compra de dois.

Você vai curtir também...

Assine a nossa newsletter!